sábado, 21 de julho de 2018

História - Momentos - 1° Jornada de Patrimônio Cultural Funerário - Blumenau


No dia 20 de julho de 2017 foi inaugurado na, cidade de Blumenau SC, o primeiro museu sobre a morte e cemitérios do Brasil - Memorial Funerário Mathias Haas - projeto idealizado por Rolf Mathias Haas. O espaço inédito no Brasil recebeu personalidades e pesquisadores do tema - de todas as regiões do Brasil no ato de sua inauguração. 

Exato um ano após, o Memorial Funerário Mathias Haas promoveu a 1° Jornada de Patrimônio Cultural Funerário, onde há a presença de muita informação histórico cultural, a partir da análise de um recorte de tempo, de uma determinada sociedade - sob o enfoque da História, Genealogia,  História da Arte e da Arquitetura.
programação do evento  aconteceu durante todo o dia 20 de julho de 2018 - das 8:30h até às 17:00h.As inscrições dos participantes foram feitas via on line e foram limitadas. primeira palestra foi feita por Luis Noel Dulout - Presidente  da red. Iberoamericana de Valoración y Gestion de cemeterios Patrimoniales e Co Presidente da Red Argentina da Valoracion y Gertión Patrimonial de Cemeterios.Dissertou sobre "Perspectivas sobre la preservaciona del patrimonio cultural funerario en America Latina".

Luis Noel Dulout
A segunda palestra foi feita por  Maria Elizia Borges - professora do Programa de Pós-Graduação de História da Universidade Federal de Goiás (UFG), fundadora e membra da Associação Brasileira de Estudos Cemiteriais (ABEC). O tema de sua palestra foi: "Arquitetura e arte funerária: um olhar sobre a importância dos acervos cemiteriais do Brasil".
Maria Elizia Borges
No final da manhã, também aconteceu o lançamento do livro comemorativo do centenário da empresa Haas, de autoria de Elisiana Trilha Castro - Presidente da Associação Brasileira de estudos Cemiteriais no Brasil. Na parte da manhã os trabalho aconteceram no espaço da Fundação Cultural de Blumenau.
Fundação Cultural de Blumenau - antiga Prefeitura Municipal de Blumenau.
Na parte da tarde, os trabalhos prosseguiram na sede do Memorial Mathias Haas, com oficinas sobre arte funerária e visitas guiadas no espaço onde está guardado parte do acervo do memorial.

As imagens comunicam...

















Representantes da família Haas, os irmãos Elke e Ronald receberam uma  homenagem da ABEC, pelas mãos de Luis Noel Dulout.







Koffebreak

























































Parte da tarde - na sede do Memorial Funerário Mathias Haas
























































Recordação para os participantes dos organizadores do evento.















































Em Breve - Vídeos...

Há história viva nos espaços dos cemitérios!



Leituras complementares - Clicar sobre o título escolhido:

  1. Família Haas - Memorial Funerário Mathias Haas
  2. Rolf Mathias Haas
  3. Cemitério - local de visitação e História - Também em Blumenau
  4. Igreja da Paz - Pomerode - 130 anos - Cemitério do imigrante
  5. A igreja (Luterana) - referencia visual dentro da cidade do início do Século XX - Rio do Sul e sua análise atual
  6. Cemitério II - Local de visitação e História - Cemitério São José - Blumenau